Trivela

O técnico da Juventus, Massimiliano Allegri, observa Messi durante o jogo em Berlim (Foto: AP)

Grupo D: Barcelona, Juventus, Olympiacos, Sporting

Por:

12 de setembro de 2017 às 1:31

COMPARTILHE 0

Por Felipe Lobo

Um grupo que tem duas potências e outros dois times que são tradicionais em seus países, mas estão distantes da elite europeia. E o termo elite aqui se encaixa bem, porque a diferença está no fator financeiro. Barcelona e Juventus pertencem ao grupo dos grandes clubes europeus e ambos estão entre os que chegam às fases decisivas recentemente. Inclusive, decidiram a Champions de 2014/15. O Barcelona, mesmo sem Neymar, é muito forte e brigará pela Juventus pelo primeiro lugar. Olympiacos e Sporting disputam a terceira posição e, por consequência, uma vaga na Liga Europa.

Jogador-chave

Paulo Dybala (Juventus)

Dybala, da Juventus

Dybala, da Juventus

O argentino recebeu a camisa 10 da Juventus nesta temporada e tem demonstrado que é o grande talento da equipé. Ostenta o número de Sivoli, Platini e Del Piero para ser o mágico do time. Na última temporada, foi Dybala o grande jogador da Juventus que eliminou o Barcelona da Champions League. Agora, a Velha Senhora conta com o argentino para ser o seu grande nome. Há ainda outros bons jogadores ao seu lado, como Higuaín e Pjanic, mas é Dybala quem pode ser a diferença entre a Juventus e o Barcelona.

A contratação

Ousmane Dembélé (Barcelona)

Ousmane Dembélé, do Barcelona (Foto: Getty Images)

Ousmane Dembélé, do Barcelona (Foto: Getty Images)

Depois de uma janela de transferências polêmica, em que sumiu dos treinos para forçar a transferência para o Barcelona, Ousmane Dembélé se tornou a segunda contratação mais cara da história. O Barcelona desembolsou € 105 milhões para levar o jovem francês ao Camp Nou, mais € 45 milhões em variáveis. E ele terá o foco sobre si, já que chega com a responsabilidade de tornar o ataque do Barcelona muito mais forte. A estreia com uma boa atuação deixou os torcedores catalães empolgados.

Fique de olho

Bas Dost (Sporting)

Bas Dost 2

Bas Dost, do Sporting

O atacante holandês fez uma grande temporada pelo Sporting em 2016/17. Ele chegou por € 11 milhões na temporada passada e seus números foram excelentes: 37 gols em 43 jogos. Uma marca ainda mais expressiva no Campeonato Português: 34 gols em 31 jogos. Nesta temporada, o início é muito bom, com cinco gols em sete jogos. Se a sua fase goleadora se mantiver, o Sporting pode causar problemas aos seus adversários. Aos 28 anos, ele é o ponto focal do ataque dos Leões de Lisboa.

O brasileiro

Paulinho (Barcelona)

Paulinho, do Barcelona (Foto: Getty Images)

Paulinho, do Barcelona (Foto: Getty Images)

O meio-campista da seleção brasileira chegou com muita contestação da torcida, mas Paulinho tem suas qualidades e tentará provar o seu valor. A Champions League é o grande palco e os jogos com a Juventus, especialmente, devem ser enormes e aumentam muito a moral de quem for bem. Paulinho tem uma característica única no elenco blaugrana, com a entrada na área. Em ano de Copa do Mundo, o holofote estará em Paulinho como poucas vezes esteve, já que o Tottenham, mesmo sendo um time importante, tem menos visibilidade que o Barcelona.

A história

Em 1998/99, o Olympiacos teve a sua melhor campanha na história. Chegou às quartas de final do torneio e só parou diante de um adversário que enfrentará novamente nesta temporada: a Juventus. Naquela época, havia duas frases de grupos e só então começavam os jogos eliminatórios, já nas quartas de final.

Jogando na casa da Juve, o estádio Delle Alpi, em Turim, os gregos foram derrotados por 2 a 1, com gols de Filippo Inzaghi e Antonio Conte – sim, esse mesmo que é técnico hoje. Andreas Niniadis descontou no final. Em Atenas, no estádio Olímpico, Sinisa Gogic fez o gol do Olympiacos, que classificaria o time, logo a 12 minutos. Só que o empate dos bianconeri veio de novo com Antonio Conte e, assim, a classificação ficou com os italianos.

Trivela

VOLTAR AO TOPO