Trivela

Depois da decepção da última rodada ao empatar por 3 a 3 com o Sevilla depois de estar vencendo por 3 a 0, o Liverpool voltou com tudo. Nesta última rodada da fase de grupos da Champions League, o time venceu o Spartak Moscou por 7 a 0, com direito a show de Philippe Coutinho, e garantiu não só a classificação, mas o primeiro lugar do grupo. Outro brasileiro, Roberto Firmino, também se destacou.

LEIA TAMBÉM: Rashford voou baixo na virada que ratificou a classificação e a liderança do United

Desde o pontapé inicial, o Liverpool partiu para cima com muita intensidade. O Spartak Moscou demorou a entrar no jogo e isso custou o placar. Logo a quatro minutos, Salah foi derrubado na área e o árbitro marcou pênalti. Philippe Coutinho, capitão do time na partida, cobrou e marcou 1 a 0.

A pressão dos Reds seguiu e o time logo ampliou. Aos 15, depois de boa trama do Liverpool, Firmino tocou para Coutinho ampliar para 2 a 0. Logo depois, foi a vez de quem deu passe marcar o seu, aproveitando um pouco de sorte. Depois da arrancada de Mané, o senegalês cruzou, a bola desviou na defesa e cobrou para Firmino marcar.

A conta aumentou só no segundo tempo. Mas aumentou muito. Aos dois minutos da segunda etapa, veio o quarto gol com Sadio Mané, depois de jogada de James Milner. Aos cinco, Milner tocou para Coutinho , que desta vez contou com a sorte: chutou e a bola desviou para entrar, 5 a 0.

Com o jogo decidido, a bola voltou a entrar aos 31 minutos, quando Daniel Sturridge, que tinha entrado há pouco, fez a jogada para Sadio Mané finalizar e aumentar a conta para 6 a 0. Já aos 41 minutos, Mohamed Salah, que é o artilheiro da Premier League, conseguiu fazer mais um e fechar a conta em 7 a 0.

Para quem tinha vivido uma decepção tão grande na última rodada, a vitória, por uma lavada como essa, é sempre animador. O time, claro, precisa melhorar defensivamente e aproveitou também que o Spartak Moscou teve uma atuação risível defensivamente.

O ponto que mais é interessante, ao menos pensando em seleção brasileira, é que Coutinho atuou pelo meio-campo, em uma função mais recuado, com três atacantes à sua frente: Mané, Salah e Firmino. E não só foi bem, foi o principal jogador do time. Se Tite pensa em usar o meia nessa posição, ele deu uma boa demonstração que é possível.

O Sevilla, por sua vez, teve uma atuação abaixo da média, mas também já estava com a mão na vaga. Empatou por 1 a 1 com o Maribor, fora de casa, com direito a gol de Paulo Henrique Ganso (em uma falha do goleiro).

O Liverpool fechou a fase de grupos da Champions League com 12 pontos, em primeiro lugar. O Sevilla ficou em segundo, com nove pontos. O Spartak Moscou vai para a Liga Europa, com seis pontos. O Maribor, com três pontos, fechou o grupo em último.

Trivela

VOLTAR AO TOPO