Trivela

América do Sul

Depois de uma sequência complicada, com derrotas na Libertadores, para o Delfin, e no Campeonato Chileno, para o San Luis, o Colo-Colo deu a volta por cima e venceu o clássico contra a Universidad de Chile, por 3 a 1. O grande nome da partida foi o veterano Esteban Paredes, 37 anos, autor de dois gols. O segundo foi uma verdadeira pintura.

LEIA MAIS: Cinco times além de Brasil e Argentina que podem incomodar nesta Libertadores

Mauricio Pinilla abriu o placar para a Universidad de Chile, aos 6 minutos de jogo. Paredes, porém, empatou ainda no primeiro tempo. Depois do intervalo, recebeu passe de Valdivia pela direita, cortou para a perna esquerda e acertou um lindo chute no ângulo do goleiro. Chegou a 14 gols no Superclássico chileno e se tornou o segundo maior artilheiro deste encontro. Está a dois tentos do recorde de Carlos Campos.

Foi um clássico quente, como de costume, com três expulsões. Beausejour perdeu a cabeça, por volta dos 15 minutos, e levou o cartão vermelho, com direito a um entrevero com o próprio companheiro Pinilla. Mais tarde, Reyes deu um tapa em Opazo e começou uma confusão generalizada. Os dois foram expulsos.

Logo depois das expulsões, o Colo-Colo fechou o placar com outro belo gol. Baeza foi lançado nas costas da defesa e, cara a cara com Johnny Herrera, descolou uma cavadinha para fazer o terceiro do seu time, quarto colocado do Chileno, com 16 pontos. A Universidad Católica lidera com 24.

Veja o golaço de Paredes e os melhores momentos da partida:

.

Trivela

VOLTAR AO TOPO