Trivela

Copa do Mundo

O México recebeu uma notícia muito boa nesta quarta-feira: será uma das sedes da Copa do Mundo de 2026. E outra bem ruim. O zagueiro Diego Reyes, do Porto, não conseguiu completar sua recuperação a tempo de disputar o Mundial da Rússia, que começa na próxima quinta-feira. O louvável da história é que o próprio Reyes participou da decisão e admitiu que o seu corte seria melhor para a seleção mexicana. O meia Erick Gutiérrez, do Pachuca, foi convocado para o seu lugar.

LEIA MAIS: Guia da Copa do Mundo 2018: México

Reyes era uma peça importante da defesa, utilizado com frequência desde que Osorio assumiu a seleção mexicana. Depois de um bom ano emprestado ao Espanyol, o jogador de 25 anos retornou ao Porto, mas não teve muito tempo de jogo nesta temporada. Atuou apenas 12 vezes no Campeonato Português e, desde março, somou apenas 70 minutos na liga e 37 na Taça de Portugal. Na penúltima rodada, contra o Feirense, Reyes sofreu uma lesão muscular que comprometeu sua presença na Copa do Mundo.

Ainda assim, Reyes foi convocado por Osorio e tentava se recuperar a tempo. As dores melhoraram, mas não rápido o bastante. Em um comunicado, o jogador disse que percebeu que não conseguiria alcançar a forma física ideal a tempo de jogar a Copa do Mundo. E, por isso, em conjunto com a comissão técnica, decidiu abrir espaço para outro jogador. 

“Eu me dediquei de corpo e alma para me recuperar, sacrificando a única semana de férias que teria em um ano, com o claro objetivo de chegar ao meu segundo Mundial na minha melhor forma, pelo compromisso que tenho de representar o México”, disse. “Graças a Deus e ao apoio do corpo médico, minha lesão estava desaparecendo. No entanto, junto com a comissão técnica, decidi tomar uma decisão que me dói a alma, mas que acredito ser a melhor para os meus companheiros porque não tenho certeza de que conseguiria chegar à minha melhor forma em tão pouco tempo. Por isso, decidi junto com o professor Osorio que não farei parte dos 23 jogadores que disputarão a próxima Copa do Mundo”. 

Reyes tem 55 partidas pela seleção mexicana e disputou duas Copas das Confederações, além do Mundial de 2014. Mas jogou apenas 45 minutos no Brasil, contra a Holanda. Nestor Araújo, outro zagueiro que vinha jogando com Osorio, nem foi convocado, também por causa de problemas físicos. O jovem Gutiérrez de 22 anos tem apenas nove aparições pelo México e quatro foram na Copa Ouro de 2017, quando Osorio não convocou seus principais jogadores – e duas dessas como reserva. No Pachuca, é meio-campista, mas já foi usado pela lateral esquerda no time nacional.

“Não me resta mais nada a não ser desejar a Erick, meus companheiros e à comissão técnica a melhor das sortes e agradecê-los pela oportunidade e o apoio incondicional durante os últimos dias. Estou convencido de que farão história pelo seu talento e porque este grupo unido e comprometido está pronto para coisas grandes. Creio em vocês. Vamos, caralho!”, encerrou Reyes. 

Trivela

VOLTAR AO TOPO